Fluidoterapia

fluidoterapia

Utilizando-se da oração

“Jesus quando se referia à bênção do copo de água fria, em seu nome, não apenas se reportava a compaixão rotineira que sacia a sede comum. Detinha-se o Mestre no exame de valores espirituais mais profundos.

A água é dos corpos mais simples e receptivos da Terra.

É como que a base pura, em que a medicação do Céu pode ser impressa através de recursos substanciais de assistência ao corpo e à alma, embora em processo invisível aos olhos mortais.”

Reconheçamos, pois, que o Mestre, quando se referiu à água simples, doada em nome de sua memória, se reportava ao valor da providência a benefício da carne e do espírito, sempre que estacionem através de zonas enfermiças.

O orvalho do Plano Divino magnetizará o líquido, com raios de bênção e estará então consagrando o sublime ensinamento do corpo de água pura, abençoado nos Céus.”

                                                                              Emmanuel

XIX FORUM ESPIRITA NACIONAL